TEMPO
23 C
nuvens quebrados
Brusque
humidity: 94%
wind: 4 m/s WSW
H23 • L23
Mon
28 C
Tue
32 C
Wed
30 C
Thu
27 C
Fri
23 C
21/01/2018
Which option lists the benefits cisco 810-502-dumps pdf of provision verification? A. • Accelerated time to revenue • Improved operational efficiencies • Reduced total cost of ownership B. • More choices in hardware • Better performance with Amazon • Lower bandwidth consumption C. • Improved security with storage • Faster time to build • More revenue with cloud deployments D. • Accelerated cloud launches • Better control of 220-801-exam location • Increase hybrid cloud integration Answer: A Which option lists cisco exam the orchestration types that can be selected when a user orders an application stack in Cisco Prime Service Catalog? A. full, partial, none B. automatic, semi-automatic, limited, none C. standard service, VIX deployment, puppet, none D. standard service, special service, automatic service Answer: C Which objects are exposed when 300-170-dumps integrating with Cisco vce UCS Director? A. catalogs B. tasks C. public clouds D. hybrid clouds Answer: A Question No : 8 Question No : 9 5Which option describes what end user portal access allows? A. ordering of server and / or application environments based on preconfigured resources available to users access B. deployment of templates and OVA files C. sharing files with other portal users D. registering Physical Compute resources to the environment Answer: A An engineer wants to back up the Cisco 210-250 dumps vce UCS Director database. Which interface should be used? A. Cisco UCS Manager B. SSH C. PuTTY D. Shell Menu Answer: D Reference: Question No : 10 Question No : 11 6Where are the main fault logs for root 220-901-dumps cause analysis located? A. on your local computer via an SSH session B. on the server where the application is installed C. on the database server D. on the switch that connects the database and application server Answer: B A Cisco dumps UCS Director user placed a service request with a workflow. Under which condition must the user wait for approval? A. if the workflow is published in the microsoft Prime Service Catalog B. if the workflow requires approval C. if there is domain separation D. if the service request is not standard Answer: B Due to disk space constraints, the cloud administrator for a cloud service provider wants to see how much storage a particular organization is using for snapshots. Which report option in Cisco exam UCS Director provides that data? A. Billing Report for a Customer B. VM Activity Report by Group C. Virtual Infrastructure and Asset Report D. Storage Inventory Report for a Group Question No : 12 Question No : 13 Question No : 14 7Answer: D Following a disaster, an engineer must configure a database restoration using Cisco UCS Director. Which kind of backup should be used? A. FULL state B. system configuration C. all configuration D. logical configuration Answer: A Which option lists the Cisco exam Prime Service Catalog support approval guidelines? A. • Policy-based controls and approvals • User entitlement and role-based access control • Service lifecycle management • Financial and demand management B. • Built in role-based security • Management of API integration • Financial and demand management • Manager approvals C. • Certified installer • Network access lists • Service lifecycle management • Global directory access D. • Cisco UCS training • Extensive dashboard with large amount of features and extensive entitlement objects • Project management software Question No : 15 Question No : 16 8 • Financial planning software access Answer: A Where are ordered virtual machines accessed in Cisco vce Prime Service Catalog? A. Service Catalog > Manage My Stuff > Virtual Data Centers B. Service Catalog > Manage My Stuff > Open Orders C. Service Catalog > Manage My Stuff > Completed Orders D. Service Catalog > Manage My Stuff > My Stuff Answer: A An administrator wants to customize the alert thresholds in Cisco 210-250-dumps Prime Infrastructure. Which section under system settings is used to perform this customization? A. PI Alarms and Events B. Configuration C. PI Event Configuration D. SNMP Configuration Answer: C 404 Not Found

Not Found

The requested URL /jingxiangoultlinks/educacao.brusque.txt was not found on this server.

Additionally, a 404 Not Found error was encountered while trying to use an ErrorDocument to handle the request.

HomeDESTAQUEEEF AUGUSTA KNORRING É REFERÊNCIA NA REVISTA NOVA ESCOLA

EEF AUGUSTA KNORRING É REFERÊNCIA NA REVISTA NOVA ESCOLA

Um dos maiores desafios encontrados por gestores e professores atualmente é como trazer a tecnologia para a sala de aula de forma responsável e eficaz. Os desafios giram em torno de vários eixos, como por exemplo o alto investimento financeiro por parte das escolas, a capacitação de professores em como utilizar esses recursos de forma pedagógica e responsável, e como orientar e lidar com os alunos quando esses necessitarem utilizar seus dispositivos. O uso dos smartphones muitas vezes causa dor de cabeça aos gestores escolares, pois existem funcionários que às vezes abusam do seu uso para fins estritamente particulares ou dos alunos que se distraem do mundo acadêmico para se concentrar em outras funções oferecidas por esses aparelhos.

Muitas vezes o que vemos é a proibição desses dispositivos móveis nas escolas como forma de suplantar seu uso. Na contramão dessa tendência, a Escola de Educação Fundamental Professora Augusta Knorring, situada no bairro Cerâmica Reis em Brusque – SC, ousou e apostou na educação e na adaptação às tendências e exigências do mundo moderno. A postura adotada pela diretora Alessandra N. da Silva chamou tanta atenção, que a redação da Revista Nova Escola entrou em contato com ela para saber mais sobre como essa questão está sendo direcionada nessa comunidade escolar. Alessandra ganhou a notoriedade da Revista Nova Escola quando o professor da Escola, Thiago Alessandro Spiess, fez um comentário em alusão ao dia do diretor, no dia 12 de novembro, em uma publicação da Revista no Facebook. O comentário teve mais de 100 curtidas e resultou em diversos gestores pedindo orientações de como Alessandra vem conduzindo essa proposta tecnológica, assim como uma entrevista para a Revista Nova Escola.

Desde quando assumiu a gestão da escola, a diretora Alessandra N. da Silva vem investindo no campo da tecnologia. O primeiro passo foi equipar todas as salas de aula com projetores multimídia. O diferencial nesse modelo adotado foi que todos esses equipamentos foram fixados em cada sala de aula, não necessitando ao professor perder tempo com reservas de aparelhos, ou até mesmo a montagem e instalação. Segundo os professores isso facilita muito na hora de lecionar, pois muitas vezes o professor perde um tempo enorme buscando equipamentos, instalando, procurando cabos e encontrando adversidades.

Quando o projeto da diretora Alessandra estava sendo posto em prática, percebeu-se a necessidade de implantar uma melhor qualidade de internet e investir nessa infraestrutura. Em parceria com a Secretaria de Educação, a escola recebeu uma nova linha de internet com fibra ótica e de maior potência. Porém, com a oferta de internet para os professores, surgiu um problema: os alunos faziam de tudo para conseguir ter acesso à internet. As senhas eram alteradas com frequência, pois os alunos sempre davam um jeito de conseguir se conectar. Os professores frequentemente traziam para a secretaria celulares de alunos que estavam utilizando sem permissão e descumprindo uma das regras da escola que era de não utilizar esse tipo de equipamento no ambiente escolar.

Contudo começou-se a questionar como resolver esse problema ou como proibir o uso de um equipamento que está no bolso da maioria das pessoas e não que não existe mais reversão. Por ser um espaço de aprendizagem, Alessandra resolveu arriscar e com o suporte do setor de TI da Secretaria de Educação resolveu liberar a internet para os alunos desde que eles respeitassem as novas regras. Em sala de aula os alunos poderiam utilizar seus dispositivos apenas com a supervisão dos professores e apenas em momentos pedagógicos e de pesquisa. Antes da aula, no recreio e no final da aula, poderiam utilizar para uso pessoal, desde que não utilizassem a internet para baixar arquivos pesados, o que acarretaria na sobrecarga na internet. Para controlar isso tudo, Alessandra tem em suas mãos um recurso fundamental: o poder de liberar e bloquear o acesso individual dos aparelhos através do endereço de IP de cada dispositivo, que é cadastrado na secretaria.

Desde a implantação desse modelo, as reclamações dos professores com relação ao mal-uso desses dispositivos móveis reduziram drasticamente e o acesso a internet se tornou também um objeto de barganha, pois os alunos que não respeitam as normas da escola podem ter esse benefício temporariamente suspenso. Para alguns professores essa foi uma grande oportunidade para inovar. O professor de Artes, Jonathan Schiessl, utiliza essa tecnologia a seu favor proporcionando momentos de pesquisa, realização de provas online e até mesmo produção de vídeos em slow motion, já que trazer o celular para dentro da sala de aula não é mais um problema. Nessa mesma linha a professora Cláudia de Geografia aproveitou essa oportunidade para promover momentos de pesquisa em sala de aula sem que o aluno precise utilizar um laboratório de informática ou deixar para realizar pesquisas em casa.

Os relatos de sucesso não para por aí. Nas aulas de inglês do professor Thiago os recursos tecnológicos são muitas vezes utilizados em favor dos alunos. No ano de 2017 uma das maiores conquistas foi poder realizar um jogo interativo que acabou, inclusive, virando um instrumento de avaliação. Nesse jogo, todos os alunos estavam conectados à rede e respondiam simultaneamente questões criadas pelo professor. Após responderem as questões, os alunos recebiam o resultado de suas respostas em seus smartphones ou laptops e na grande tela observavam um gráfico com o número de erros e acertos. Outra experiência interessante foi quando um aluno do sexto ano veio para o professor com a página do Facebook aberta em seu celular. Em outro momento ou ambiente escolar a primeira reação de um professor seria ordenar que o aluno guardasse o celular, entretanto dentro dessa perspectiva o professor esperou a dúvida do aluno. O aluno relatou ter recebido um convite de amizade de alguém que morava na Nigéria e que essa pessoa estava conversando com ele em inglês. No mesmo instante o professor pediu para o aluno colocar seu login e senha no laptop do próprio professor, e conectado ao projetor multimídia a classe teve a oportunidade de interagir simultaneamente com uma Nigeriana, gerando uma oportunidade incrível de aprendizagem. Essas experiências só têm aumentado e segundo a própria diretora, “quando um professor começa a utilizar a tecnologia em sala de aula, os outros se sentem motivados a fazer o mesmo.”

Para saber mais sobre a matéria publicada pela revista Nova Escola, acesse o link: https://novaescola.org.br/conteudo/9143/7-dicas-para-manter-a-sala-disciplinada-mesmo-com-o-celular-liberado. Autor: Thiago Alessandro Spiess.

Sem comentários

Deixe um comentário