Brusque
28 C
nuvens dispersas
Brusque
humidity: 61%
wind: 6 m/s NNE
H29 • L27
Tue
31 C
Wed
20 C
Thu
28 C
Fri
28 C
Sat
26 C

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.
HomeALIMENTAÇÃOCOLHEITA DA BATATA NA EEF EDITH GAMA RAMOS

COLHEITA DA BATATA NA EEF EDITH GAMA RAMOS

No dia 25 de setembro (terça-feira), os alunos do 1ª ao 4ª ano da Escola de Educação Fundamental Edith Gama Ramos colheram batatas que foram plantadas em nossa horta no dia 06 de junho de 2018 quando houve uma reportagem do Jornal O Município com enfoque no Projeto “Nossa Escola, Nosso Lar”. Nesta data foram plantadas apenas 800 g de batata-inglesa mas agora colheram um total de 12,560 kg.
Este projeto traz uma abordagem prática sobre o uso de uma horta no ambiente escolar como apoio para Educação Ambiental, Alimentação Saudável e também sua aplicação interdisciplinar durante as aulas na unidade. Nessa ocasião os alunos tiveram que utilizar a matemática e dividiram a quantidade total de batatas pela quantidade total de alunos, sendo assim, cada um ganhou um pouco de batatas da horta.
O Projeto, foi pensado com objetivo de que o educando do Ensino Fundamental aprenda o cultivo de hortaliças para que a partir da atividade de plantar, cuidar e colher, valorize não só a agricultura mas também a sua região. Já que quando o educando aprende a cultivar hortaliças seu aprendizado ultrapassa os muros da escola chegando até o seu ambiente familiar. O educando ao observar que o objeto de seu trabalho está sendo consumido e não ficando apenas a mercê da sua nota, terá outros valores e potenciais se desenvolvendo.
Também, a disponibilidade de diferentes tipos de hortaliças produzidas na própria horta motiva o hábito de consumi-las regularmente e em quantidade generosa, resultando no enriquecimento de sais minerais e vitaminas para o indivíduo. A alimentação equilibrada contribui para saúde atuando como meio preventivo de diversas doenças.
Os locais onde o projeto é praticado, em tempos futuros não só terão serventia econômica e qualidade alimentar do educando, como também servirá de laboratório a céu aberto para realização de aulas práticas de diversas disciplinas e motivação para valorização da ecologia regional.

Sem comentários

Deixe um comentário