TEMPO
18 C
nuvens quebradas
Brusque
humidity: 82%
wind: 4 m/s NE
H20 • L16
Sat
21 C
Sun
20 C
Mon
23 C
Tue
25 C
Wed
25 C
19/07/2019
HomeNOTÍCIASCOMITIVA ALEMÃ SE IMPRESSIONA COM PROJETOS DA EDUCAÇÃO

COMITIVA ALEMÃ SE IMPRESSIONA COM PROJETOS DA EDUCAÇÃO

A comitiva alemã que está em visita a Brusque tem elogiado os projetos encontrados na cidade e visto boas possibilidades de trocas de experiências entre o Brasil e a Alemanha. Na quinta-feira (21), as alemães Birgit Schwegle, coordenadora do projeto do clima do Distrito Karlsruhe, ao lado da gerente, Dorothea Nultsch, participou de reuniões na Unifebe ao lado do coordenador da parceria e superintendente da Fundema, Cristiano Olinger.

A agenda continua nesta sexta com reuniões internas e um encontro agendado com o prefeito de Pomerode (Rolf Nicolodelli), município que está desenvolvendo em conjunto uma conferência para trabalhar o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável.

Já na quarta (19) a comitiva alemã visitou três escolas de campo de Brusque: Edith Gama Ramos, Ribeirão do Mafra, e Edith Krieger Zabel, onde Birgit e Dorothea puderam conhecer de perto o projeto Nossa Escola Nosso Lar. E a avaliação, conforme comenta a secretária da Educação, Eliani Busnardo Buemo, foi a mais positiva possível. “Posso afirmar, a partir do que recebi delas, que ficaram muito encantadas com tudo que foi visto, pois ressaltaram os trabalhos feito em cada uma das escolas, cada qual com a sua vocação”, diz.

CONFERÊNCIA NO DISTRITO DE KARLSRUHE

A secretária observa que durante a visita foi surpreendida com um convite para participar em julho de uma conferência no Distrito de Karlsruhe. “Na oportunidade, vamos tratar sobretudo de questões ambientais relacionadas à educação. O convite significa que teremos a possibilidade de apresentar os resultados do projeto Nossa Escola Nosso Lar, principalmente da escola sementeira (Edith Gama Ramos)”, explica. “Ainda há a possibilidade de a cidade de Bruschal, que faz parte do Distrito de Karlsruhe, aplicar em parte o projeto em escolas da Alemanha”, comemora.

Eliani comenta que, conforme as alemãs, há um interesse em fazer a preservação de sementes no país europeu, com base no que é feito na Edith Gama Ramos. “Por isso, a ideia dessa parte do projeto ser levado para lá, porque hoje fica tudo muito industrializado e a Alemanha passa por um período de resgate, de buscar aquilo que por muito tempo já fez parte da realidade deles”, observa.

Segundo ela, chama muito a atenção dos europeus a preservação das sementes em determinadas espécies vegetais. “Inclusive elas ficaram curiosas para saber sobre essa questão do nosso projeto, e poderemos, inclusive, mostrar in loco que na horta tem pé de taiá assim como também do cará. Essa plantas, até anos atrás, eram utilizadas pelas famílias, de forma geral, como alimento, e com o tempo isso foi se perdendo e gerações acabam nem sabendo mais do que se trata. Então, só esse episódio por si só já demonstra o quanto essa visita foi significativa”, avalia Eliani.

Fonte: SECOM/Brusque

Sem comentários
%d blogueiros gostam disto: