Brusque
24 C
chuva moderada
Brusque
humidity: 94%
wind: 1 m/s S
H28 • L22
Thu
26 C
Fri
27 C
Sat
28 C
Sun
25 C
Mon
22 C

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.

403 Forbidden

Request forbidden by administrative rules.
HomeINCLUSÃO E DIVERSIDADESEMANA DA INCLUSÃO E DIVERSIDADE NA EEF EDITH GAMA RAMOS

SEMANA DA INCLUSÃO E DIVERSIDADE NA EEF EDITH GAMA RAMOS

A Escola de Educação Fundamental Edith Gama Ramos tem demonstrado preocupação com a inclusão de nossas crianças para uma educação de qualidade, por isso tem se empenhado no trabalho de trazer para junto, prestar auxílio, não só ao aluno público-alvo do AEE (Atendimento Educacional Especializado) como também àquele aluno com dificuldades de aprendizagem, ao negro, ao aluno com altas habilidades, aos de famílias desestruturadas, proporcionando assim a verdadeira inclusão que é a educação para todos.

Pensando nisso, as Professoras Jucelia Redivo, dos Anos Iniciais, Vilma De Paula, da Educação Infantil e a Professora Marinilza Santana, de Projetos, desenvolveram um projeto denominado “Sensações”, que ajuda a criança que não tem necessidades especiais a compartilhar dos sentimentos e sensações vividas por uma pessoa com dificuldades sejam elas motora, visual ou auditiva.

Todas as turmas da escola, desde o infantil III até o 4° ano, fizeram parte do projeto como forma de conscientização, sendo que o tema inclusão esteve presente nas rodas de conversa e no desenvolvimento das aulas. Ainda durante a semana, trabalharam o tema com as crianças de diversas formas: Apresentação de filmes e vídeos, contando histórias que falam das diferenças e como devemos respeitá-las; Momento da arte, “Pintando com pés e boca”; Dinâmica, “Siga o som”, desenvolvido para expressar a singularidade de nosso sentido, a audição; Jogo da velha em alto-relevo, ressaltando um dos sentidos tão essenciais, o tato.

Ao final da semana as crianças participaram do “Circuito sensorial”, experimentando as diferentes sensações, táteis e auditivas. As crianças encenaram um teatro, “O menino diferente”, imaginado e desenvolvido por eles, para a conscientização das diversas formas de inclusão. Falar de inclusão é necessário, mas de nada vale o falar se não apresentarmos aos nossos alunos, formas de fazer possível a inclusão. A inclusão deve ser praticada todos os dias, em momentos diversos da nossa convivência com o outro, respeitando a particularidade de cada um.

Sem comentários

Deixe um comentário