Tempo em Brusque:
city not found
301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.

301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.

301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.

HomeVALORIZAÇÃODIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Instituído oficialmente pela Lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011, o dia 20 de novembro tornou-se o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Esta data faz referência à morte de Zumbi, conhecido líder do Quilombo dos Palmares, que viveu até 1695 entre os estados de Alagoas e Pernambuco, teve grande presença na luta da libertação dos escravos, tornou-se o símbolo da resistência contra a escravidão e hoje é tido como referência na luta contra o racismo.

Ainda convivemos com os resquícios da escravidão, apesar do movimento negro, ter alcançado grandes conquistas e espaço no âmbito das discussões e decisões políticas, é necessário o resgate da consciência histórica e a reflexão sobre o impacto da cultura e da presença do povo negro na formação cultural brasileira, com destaque para Brusque, que apresenta uma diversidade étnica evidente. A educação tem papel fundamental nessa luta, afirmar a identidade da negritude dentro da sala de aula é o primeiro passo para realizar este resgate, contribuir para autoestima dos alunos negros e formar cidadãos livres de preconceito, tudo aquilo que os pequenos têm acesso tornam-se referenciais de mundo e seus ideais.

Pensando na importância desta data, a professora Adriana Fisher, da Escola de Ensino Fundamental Georgina C. G. Ramos da Luz propôs aos seus alunos, uma semana de vivências da cultura afro, com um olhar cuidadoso para os valores humanos e sociais, o trabalho pedagógico deu lugar de fala à Shayene Ferreira de Jesus, jovem baiana, que afirma sua identidade como mulher negra, no movimento negro e vem contribuindo para o tema dentro da educação, atuando como monitora na C.E.I. Anna Hilda Eccel II, em Brusque. A jovem voluntariamente contribuiu com a escola Georgina nesta roda de conversa com a turma do Primeiro Ano B, trazendo representatividade para os alunos, e discutindo temas como diversidade racial, racismo, valorização da cultura afro e super-heróis que são referências para as crianças. Apresentou a história de Zumbi numa linguagem lúdica e com o uso de fantoches, criando uma experiência divertida, que foi vivenciada pelas crianças com grande interesse e entusiasmo. A reflexão assertiva, propôs ao momento questionamentos das crianças, desenvolvendo um olhar afetuoso para as diferenças, como também, um senso crítico para os privilégios sociais da sociedade.

Marcadores
Sem comentários

Deixe um comentário